DÓLAR OURO PETRÓLEO B3 22/02

O ouro subiu na manhã de segunda-feira na Ásia, superando a baixa de mais de sete meses observada na sessão anterior. Um dólar mais fraco deu um impulso ao ouro, embora os ganhos tenham sido limitados por rendimentos mais elevados do Tesouro dos EUA.

Os preços do petróleo subiram na segunda-feira com o lento retorno da produção de petróleo dos EUA que foi cortada por condições frias levantando preocupações sobre a oferta, enquanto a demanda está voltando das profundezas da pandemia do coronavírus.

O dólar americano foi vendido a mínimos de vários anos contra a libra esterlina e as moedas australiana e da Nova Zelândia na segunda-feira, enquanto os investidores aplaudiam o progresso da vacina e apostavam na recuperação da pandemia, trazendo um boom do comércio global e uma receita inesperada de exportação. A libra esterlina atingiu US $ 1,4043, seu maior valor desde abril de 2018, enquanto o primeiro-ministro Boris Johnson traça um caminho para sair dos bloqueios por conta de vacinações rápidas.
O australiano subiu até 0,5% para uma alta de quase três anos de $ 0,7908 e o kiwi atingiu $ 0,7338, também seu melhor desde o início de 2018, ajudado pela atualização da S&P das classificações de crédito soberano da Nova Zelândia em um degrau.
O euro ficou estável em US $ 1,2119, enquanto o iene foi o único importante a ceder terreno ao dólar, com o aumento dos rendimentos do Tesouro dos EUA atraindo fluxos de investimento do Japão.

No Brasil, a cotação do real está perto das mínimas históricas, mesmo quando se leva em conta a inflação. Em tese, essa fraqueza excessiva jogaria a favor da nossa moeda, que tenderia a se valorizar para voltar ao ponto de equilíbrio em relação ao dólar. Mas as coisas não funcionam assim quando se trata da complexa dinâmica do câmbio. Não por acaso, especialistas no mercado financeiro consideram uma das tarefas mais difíceis fazer projeções para o dólar, ainda mais em tempos de pandemia. Quer um exemplo? A maior parte do mercado aposta em um dólar de R$ 5 até o final do ano, segundo o Banco Central. Mas tudo pode mudar. O Santander acaba de revisar sua projeção de R$ 4,60 para R$ 5,20. Para os estrategistas Gabriel Tenorio e Claudio Irigoyen, do Bank of America, esse sobrepreço do dólar se reduzirá com a vacinação contra a covid-19 em curso, com as reformas e com taxas de juros maiores. O dólar vai subir pois a mídia esta criando falsos pretextos para trazer receio ao mercado, veja bem,  na época do molusco larapio, trocava-se presidentes das estatais, como se troca de sapato, e ninguém ligava, agora acusam o pobre Presidente Bolsonaro de intervenção na Petrobras…que paísinho…

A B3, a Bolsa Paulistana, e seu índice Ibovespa devem, além de enfrentar as ações da Petro caírem , devera acompanhar o mercado internacional que se espelha nas ações asiáticas, neste momento, que estão mistas, com as expectativas de um crescimento econômico mais rápido e da inflação afetando globalmente os títulos e as commodities, enquanto o aumento dos rendimentos reais fez com que as avaliações das ações parecessem mais tensas em comparação.

XAU/USD_________1808,09____EUR/USD_______1,21646

XAG/USD__________28,098______GPB/USD_______1.45730

USOIL____________61,591_______USD/BRL_______5,46450

UKOIL____________64,365_________USD/ILS_______3,26480

COBRE___________4.15111______USD/CHF_______0,89564

Bons Negócios  !! _____________Yochanan Pinchas

 

Be the first to comment

Leave a Reply