RARO PINGUIM BRANCO É ENCONTRADO NAS ILHAS GALÁPAGOS (COM VÍDEO DO BICHO)

QUITO – Um pinguim com leucismo aparente, condição rara nesses animais, foi recentemente avistado em uma das ilhas Galápagos, informou o Parque Nacional de Galápagos nesta quinta-feira.

Um guia naturalista local o descobriu em 19 de novembro no sítio Punta Vicente Roca, na costa norte da Ilha Isabela, durante um passeio com um marinheiro e dois turistas estrangeiros.

Especialistas da Diretoria do Parque Nacional de Galápagos revisaram as fotos do guia e acreditaram que poderia ser uma doença genética conhecida como leucismo, que causa uma perda parcial da pigmentação na plumagem ou pelo dos animais, disse um comunicado.

Esta síndrome difere do albinismo porque o animal “mantém a cor normal dos olhos” e “eles também são mais resistentes à luz solar”.

Os pinguins de Galápagos geralmente têm uma cabeça preta com duas linhas finas brancas dos olhos até o queixo, bem como um peito branco separado no pescoço por uma faixa preta.

No entanto, o pinguim descoberto pelo guia tem uma plumagem totalmente branca com alguns tons de cinza, de acordo com as fotos divulgadas, tornando-o o primeiro do gênero a ser descoberto pela Direção do Parque Nacional, que monitora permanentemente as áreas de nidificação para realizar controle de espécies e, assim, proporcionar-lhes melhores condições de sobrevivência.

“Em Galápagos, já houve casos de albinismo ou leucismo em tubarões, lagostas, lagostas, tentilhões, entre outros. Este é o primeiro registro de um pinguim com essa condição ”, disse o comunicado.

La Isabela, com uma população de cerca de 2.200, é a maior ilha do arquipélago de Galápagos e tem uma grande variedade de animais, incluindo pinguins, iguanas marinhas, atobás e tartarugas gigantes.

Reconhecida como Patrimônio Mundial da UNESCO em 1978, Galápagos está localizada a cerca de 1.000 quilômetros a oeste da costa continental do Equador e possui uma das reservas marinhas mais exclusivas do planeta.

No arquipélago, a Diretoria do Parque Nacional de Galápagos e a Fundação Charles Darwin trabalham no monitoramento constante do meio ambiente e de diferentes espécies, entre elas o pinguim de Galápagos.

A população endêmica das ilhas pertence à espécie Spheniscus mendiculus, a segunda menor depois do pinguim azul, e pesa apenas cerca de 2,5 kg.
Fonte: http: //www.laht.com/article.asp? ArticleId = 2497206 & CategoryId = 13936 & utm_source = feedburner & utm_medium

Bons Negócios !!

Be the first to comment

Leave a Reply